Rio Grande do Sul
  
Rio Grande do Sul
  
Memória
História

O caminho da redemocratização

Vinte e quatro de março de 1966: uma data que marca para sempre a história do Brasil e de todos os brasileiros. Neste dia nascia o Movimento Democrático Brasileiro, o MDB.

Seu surgimento foi decorrente da extinção dos partidos políticos e de outras sucessivas ações repressivas da Ditadura Militar, regime instaurado dois anos antes no País.

Do ato de força de extinção dos partidos por meio do Ato Institucional nº 2, em 1966, o MDB – de imediato recusou o papel subalterno sugerido pelos militantes –, e de “oposição tolerada” se transformou num grande rebelde, sendo o único canal de expressão popular, especialmente quando os militares ficaram ainda mais radicais, acabando com o direito mais elementar do povo: a liberdade.

A ditadura fechou sindicatos e instituições estudantis, liquidou com as liberdades individuais, fechou o Congresso Nacional e cassou, perseguiu e exilou líderes. E mesmo com toda a repressão, o MDB não se calou, pelo contrário, se tornou a voz do povo brasileiro.

Depois de 21 anos de Regime Militar, a atuação firme e corajosa do MDB resultou na redemocratização do Brasil em 1985. O MDB foi então protagonista da reconquista da população de ter o direito ao voto, de poder escolher os seus próprios governantes.

Fez parte deste processo de redemocratização campanhas históricas. A legenda lutou pela Anistia, pelo Fim da Tortura, pela Liberdade de Imprensa, pelas Diretas-Já e pela Assembleia Nacional Constituinte, fórum responsável pela edição da Constituição Cidadã de 1988, vigente até os dias atuais.

A Constituição, embora não seja perfeita, por isso passível de ajustes, naquele momento deu respostas imediatas à população brasileira, garantindo avanços que há muito o povo clamava, entre os quais:

Igualmente total entre homens e mulheres.

Leis contra a tortura, o racismo e o tóxico.

Controle sobre gastos do governo.

Sindicatos livres.

Liberdade total de imprensa.

Turno único de seis hora s de trabalho.

Licença de 120 dias para gestante.

Hora extra com pagamento em dobro.

50 anos de luta pelas causas dos brasileiros

Nestes 50 anos de história o Movimento Democrático Brasileiro, o MDB – que em 1979 teve a letra “P” acrescentada à sigla por conta da retomada do pluripartidarismo –, tem sido abrigo para as causas sociais. Nestas cinco décadas as bandeiras do partido se confundiram com as bandeiras do povo. E focado nestas necessidades sociais que o PMDB através de seus líderes – vereadores, prefeitos, governadores, entre outros –, tem atuado para dar as respostas que a sociedade merece e precisa.

Sim, é verdade que somos questionados diariamente pelas nossas práticas e posições. Agora, jamais existiria a possibilidade dessa contestação se antes não tivesse existido a luta. O PMDB é grande, é do tamanho do Brasil e a nossa face é diversificada assim como o nosso país. Nosso maior defeito também é nossa principal virtude: um partido grande, amplo e heterogêneo. Assim também é a nossa sociedade. E essa é a nossa grande fiscal. Vamos crescendo juntos, melhorando a cada dia e corrigindo defeitos e distorções para merecer o tão almejado reconhecimento dos brasileiros.

Cadastre-se para receber notícias sobre o PMDB-RS
          
PMDB Diretório Estadual RS. Rua dos Andradas, 1234 – Edifício Santa Cruz - Bloco B - 9º Andar - CEP 90020-008 - Fone (51)3357.1500 Fax (51)3357.1528